Arquivo de etiquetas: Turismo

Constância: Festival das Grandes Rotas de 29 de Abril a 1 de Maio

A apresentação pública do Festival das Grandes Rotas decorreu no dia 14 de Abril e é um evento que o concelho acolhe de 29 de Abril a 1 de Maio.

DSC_0179.JPG

Destinado a diversos segmentos de público, o programa do evento está disponível no site do município em www.cm-constancia.pt, e no Posto de Turismo, serviço onde poderão ser solicitadas mais informações sobre o Festival das Grandes Rotas, presencialmente, ou através do endereço de e-mail: turismo@cm-constancia.pt ou do número de telefone: 249 730 052.

O Festival das Grandes Rotas, assume-se como um evento que visa promover um território de excelência para a prática desportiva na natureza, agora potenciado pela Grande Rota do Zêzere – GRZ 33 e pela Grande Rota do Tejo – GR 12.

As duas Grandes Rotas, sendo percursos marcados no terreno funcionam como equipamentos com um potencial turístico enorme, já que cada vez são mais os praticantes de pedestrianismo e cicloturismo que percorrem os territórios onde existe este tipo de percursos, aliando o conhecimento dos valores patrimoniais à prática de exercício físico. Apresentam também um enorme potencial como marcas que podem ser exploradas por empresas privadas, conciliando as suas três vertentes (pedestre, BTT e canoa).

O concelho de Constância assume-se assim como um território fulcral para a dinamização da Grande Rota do Zêzere – GRZ 33 e da Grande Rota do Tejo – GR 12, já que pode funcionar como ponto de partida ou ponto de chegada em cada uma das rotas e também como ponto de ligação entre elas.

Estão reunidas as condições para o Festival das Grandes Rotas, no qual o Município de Constância, em conjunto com alguns agentes económicos locais pretendem promover a Grande Rota do Zêzere e o Caminho do Tejo no território concelhio, através de várias atividades nas áreas do turismo, lazer, desporto, cultura e ciência.

Constância: Um passo de gigante à espera de aprovação

Com pompa e circunstância mas ainda sem aprovação para financiamento europeu, foi assim apresentado o projecto Villa Tejo Nature & Spa Hotel, unidade hoteleira de quatro estrelas. Entre optimismo e coragem, ilusão e trabalho já feito, Constância sustém agora a respiração à espera de luz verde por parte das instituições que gerem os fundos comunitários do Portugal 2020

Villa Tejo (1)

Tudo correu de feição no dia 13 de Outubro, no Centro Náutico de Constância. Sala cheia, ilustres convidados, comunicação social, população e os promotores entusiasmados. Houve um concerto de boas vindas, uma agradável recepção com produtos regionais e João Rosa, empresário que promove o projecto, com a emoção no discurso e a voz embargada perante um futuro risonho ao virar da esquina. Três milhões de euros é quanto custará o projecto turístico que responde a anseios antigos do concelho e que mudará a sua face.

Mas o problema reside no facto de o mesmo ainda não ter sido aprovado para financiamento europeu. Foi isso que ficou no ar aquando da intervenção de Júlia Amorim na cerimónia. A presidente da Câmara Municipal de Constância (CMC) advogou a importância do empreendimento para o concelho e região e deixou uma mensagem, “se este investimento não der para ser aprovado (no âmbito do programa Portugal 2020) é porque algo não está bem. De todo o modo move-nos a esperança e o acreditar que haverá investimento e apoio”.

“Nesta altura, em que uma batalha já está ganha, em que um investidor rodeado de uma equipa competente fez um projecto, acreditou nele e o submeteu para obtenção de apoio para financiamento comunitário, é possível ter aqui a apresentação de um projecto de investimento bom para o concelho e para a região, uma lacuna que existe. Relevando o facto de o novo quadro comunitário de apoio disponibilizar “muitos milhões de euros para os privados”, a autarca lembrou o trabalho desenvolvido pela autarquia nas últimas décadas, dizendo que nada é por “acaso”.

Miguel Pombeiro, secretário executivo da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT), já havia salientado o investimento público realizado por António Mendes, ex-presidente da CMC e actual presidente da Assembleia Municipal. “Constância foi pioneira com todo o trabalho feito na requalificação das zonas ribeirinhas”. “Houve um pilar sempre um pouco mais fraco que foi o do investimento privado. Esta ambição que está aqui apresentada é uma decorrência de todo um conjunto de investimentos públicos feitos nas zonas ribeirinhas”, avaliou Pombeiro.

????????????????????????????????????
Projecto hoteleiro

Um hotel de luxo

O projecto nascerá junto à rotunda à saída da vila, em direcção a Montalvo e junto à A23. Contempla 28 quartos duplos, 10 suites, 5 suites premium com jacuzzi na varanda, SPA com piscina interior, jacuzzi, banho turco, sala de relaxamento e massagem com duche, restaurante, bar e um auditório. João Rosa, da empresa Vila Poema, Sociedade de Gestão Hoteleira, Lda, e que gere há quatro anos a Residencial João Chagas, contou que o projecto é um “sonho pessoal e da família”. “Há cerca de cinco anos fomos desafiados pela CMC para a criação da casa João Chagas, reposicionando-a. Para aumentar o volume de negócios tornámos a empresa num ponto de referência no turismo”, afirmou.

Mas o empresário observava várias lacunas na região e por isso decidiu avançar. Para isso reuniu uma equipa jovem, nomeadamente do gabinete de arquitectura “Classe A+”, entre outros. João Rosa disse ainda que aposta no investimento de 5 milhões de euros no concelho, durante os próximos 15 anos, elogiando o concelho pela qualidade de vida, pelo património e outras valências que a vila poema oferece, ele que é natural do Entroncamento.

Para já, o Villa Tejo Nature & Spa Hotel prevê a criação de 26 postos de trabalho directos e entrada em funcionamento na primavera de 2017. Após a sua conclusão oferecerá um serviço de excelência e de natureza, com cada um dos quartos com vista para o Rio Tejo.

????????????????????????????????????
João Rosa perante Miguel Pombeiro e Júlia Amorim

Críticas e apelos

Júlia Amorim quebrou o protocolo e teceu críticas à acção da Turismo do Centro. “Não nos tratam muito bem. Não é fácil o Médio Tejo impor-se na região de Turismo do Centro”, atirou a autarca, e finalizou dizendo que o projecto apresentado  “só não será apoiado se não tiverem olhos na cara”. Amorim deixou ainda um apelo a todos os presentes, “não é por acaso que convidámos quem convidámos, nada foi feito ao acaso, levam convosco a missão de tudo fazerem para que este investimento seja possível”, dirigindo-se aos presentes.

Também Miguel Pombeiro falou numa “referência expressa (do projecto) aos rios Tejo e Zêzere e isto mostra que são recursos endógenos únicos. Muito mal seria se o Tejo e o Zêzere não fossem sublinhados no próximo quadro comunitário”.

Texto e Fotos: Ricardo Alves

Região: Praias de Carvoeiro e Aldeia do Mato com Bandeira Azul

Post_2013-04-30_Praia-Carvoeiro_Bandeira-Azul_Foto1

A Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) anunciou no dia 30 de Abril a lista de Praias Costeiras e Fluviais, Portos de Recreio e Marinas galardoadas com a Bandeira Azul em 2015. A Praia Fluvial de Carvoeiro e a praia Fluvial de Aldeia do Mato – Abrantes, são as únicas praias certificadas no distrito de Santarém. Para a Praia Fluvial de Carvoeiro este é já o 9.º ano consecutivo de atribuição da Bandeira Azul.

p384.Aldeia do Mato1
Este ano o lema da Bandeira Azul é “Faz da mudança a tua praia!”. A Bandeira Azul é um símbolo de qualidade ambiental atribuído anualmente às praias e portos de recreio e marinas que se candidatam e que cumpram um conjunto de critérios. A bandeira azul vai ser hasteada este ano em 299 praias – 283 costeiras e 16 fluviais – e em 15 marinas. A região do Algarve continua a ter o maior número de praias distinguidas, 85.

RA

Ferreira do Zêzere: Restaurantes mandam clientes à fava

Até 31 de Maio realiza-se o 5.º Festival Gastronómico da Fava em Ferreira do Zêzere e durante esse período os clientes dos restaurantes do concelho vão ser mandados “À Fava”. A iniciativa vai proporcionar aos visitantes a degustação dos melhores pratos confeccionados com a leguminosa. Entre os pratos contam-se entradas, sopas, pratos principais e sobremesas, os quais poderão ser encontrados nos dez restaurantes e sete estabelecimentos de Tapas&Petiscos aderentes. O festival gastronómico vai decorrer às sextas – só jantar – sábados e domingos.

Se é fã de Favas, anote o nome dos restaurantes: A Grelha do Zêzere – Ferreira do Zêzere; Café Restaurante Carmo – Águas Belas; Quinta do Adro – Ferreira do Zêzere; Manjar de São Miguel – Ferreira do Zêzere; Fonte de Cima – Dornes; Restaurante Pizzaria Toscana – Ferreira do Zêzere; Churrasqueira Penim – Ferreira do Zêzere; O Cantinho da Ana – Águas Belas; Casa dos Leitões – Águas Belas; Restaurante Nossa Senhora do Pranto – Dornes.

Nas Tapas e petiscos os estabelecimentos são: Café Santos – Areias; Café O Pelourinho – Pias; Café Petiscos “Ti Pedro” – Ferreira do Zêzere; Café Arcada – Ferreira do Zêzere; Pastelaria Pérola do Zêzere – Ferreira do Zêzere; O Paparokas – Ferreira do Zêzere; Churrasqueira do Zêzere (Take Away) – Ferreira do Zêzere.

RA

Favas-com-Chourico

VN Barquinha: Conheça as novas unidades hoteleiras cujas aberturas estão para breve

Hotel VNB (35)

São duas as unidades hoteleiras que vão abrir portas já no início de Maio, a Casa de Campo “Barquinha Nature House” e ainda a Casa de Campo “Art Inn Barquinha”, com 12 e 15 quartos respectivamente.

O Jornal NA esteve nas unidades a poucos dias das aberturas, sendo que ainda há pormenores a serem ultimados pela equipa responsável.

“Uma unidade tem elementos mais ligados à natureza, e a outra à arte e ao design”, contou-nos Sandra Pires, de 37 anos. A seu lado a responsável tem também Rita Fanha, de 24 anos,e ambas nos abriram as portas e proporcionaram a visita às instalações, numa breve pausa nos trabalhos de conclusão das unidades.

O Albergue da Juventude em Tancos, que resulta de um projecto da autarquia de reconversão da antiga escola Primária e que vai ter uma capacidade de acolhimento de 31 pessoas, vai ser inaugurado no dia 30 de Maio.

Veja as fotos das Casas de Campo em Vila Nova da Barquinha.

RA

Hotel VNB (26) Hotel VNB (25) Hotel VNB (24) Hotel VNB (23) Hotel VNB (22) Hotel VNB (21) Hotel VNB (20) Hotel VNB (19) Hotel VNB (18) Hotel VNB (17) Hotel VNB (16) Hotel VNB (15) Hotel VNB (14) Hotel VNB (13) Hotel VNB (12) Hotel VNB (11) Hotel VNB (10) Hotel VNB (9) Hotel VNB (8) Hotel VNB (7) Hotel VNB (6) Hotel VNB (5) Hotel VNB (4) Hotel VNB (3) Hotel VNB (2) Hotel VNB (1) _DSC0067 _DSC0006 Hotel VNB (41) Hotel VNB (40) Hotel VNB (39) Hotel VNB (38) Hotel VNB (37) Hotel VNB (35) Hotel VNB (36) Hotel VNB (33) Hotel VNB (31) Hotel VNB (30) Hotel VNB (29) Hotel VNB (27) Hotel VNB (28)Hotel VNB (34) Hotel VNB (32)

VN Barquinha: Golfinhos avistados no Tejo, em pleno ribatejo, deitam por terra denúncias de autarcas sobre más práticas espanholas

Dia 1 de Abril

Pelo menos três golfinhos foram avistados esta manhã, no Rio Tejo, junto ao Parque Riberinho da vila, num cenário que tem tanto de estranho quanto de belo. Passavam poucos minutos das 10h quando Fernando Mota, durante o seu habitual passeio no parque, ouviu o que parecia serem mergulhos no rio e quando se apercebeu da presença dos golfinhos tirou logo uma fotografia, “nunca pensei que veria algo assim, pareciam alegres e à vontade”, descrevendo o cenário como “maravilhoso”.

O acontecimento vem deitar por terra as críticas e denúncias de autarcas do médio-tejo que têm vindo a alertar para as más práticas dos colegas espanhóis pondo em causa a qualidade da água do rio Tejo e os seus reduzidos caudais, nomeadamente através de transvases agressivos.

Não se sabe se os golfinhos foram avistados ainda mais a montante do rio mas o facto de terem sido avistados em Vila Nova da Barquinha faz crer que os animais possam ter prosseguido a viagem rio acima, pelo menos até ao Castelo de Almourol.

Recorde-se que a promoção turística em torno de Almourol tem sido forte nos últimos anos, o que poderá ter motivado esta subida inusitada dos animais.

RA