Arquivo de etiquetas: Sérgio Godinho

Sérgio Godinho em liberdade por Abrantes

Festival Bons Sons 2014

“Liberdade” é de todas as palavras e conceitos que uso na minha vida, e por arrasto nas canções, a que mais acarinho e que mais defendo, aquela que dá ao norte a sua bússola. A frase é de Sérgio Godinho e dirige o público para o que poderá assistir em “Liberdade” – espectáculo que se vai realizar em Abrantes, no Cine-Teatro São Pedro, dia17 de Abril, pelas 21h30.

A partir de uma canção composta em 1974 e publicada nesse mesmo ano no álbum “À Queima-roupa”, o “escritor de canções” revê, através do seu repertório, a vivência do Portugal democrático. Estreado em Abril de 2014 em três memoráveis noites no São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa, tem percorrido o país provocando grande do entusiasmo junto de todos quantos a ele têm assistido, motivando inclusive, a publicação de um disco ao vivo no final do ano com o mesmo título – “Liberdade”.

Por entre releituras e reproduções, Sérgio Godinho aborda a quase totalidade da sua vasta discografia tendo como ponto de partida a liberdade em sentido lato ou, se quisermos, as diversas liberdades, em sentido particular – “Já Joguei Ao Boxe”, “Fotos do Fogo”, “Maçã Com Bicho”, “Que Força É Essa” ou “O Acesso Bloqueado” são, entre outras, canções presentes – mas há ainda espaço para a novidade, para os inéditos, e “Tem O Seu Preço” sobe ao palco; ou ainda para a descoberta de “Na Rua António Maria”, tema de Zeca Afonso nunca antes publicado e que Sérgio Godinho traz a “Liberdade”, literalmente, de memória.

Desde a música empenhada, bandeira de causas e consciência social, ao diário íntimo e plural, uma visão de nós próprios a partir do trabalho de um dos mais importantes criadores de imaginário das últimas quatro décadas.

Anúncios

Bons Sons: Música Portuguesa despediu-se ontem de Cem Soldos a pensar que dois anos é tempo demais

Festival confirmou que na aldeia do concelho de Tomar, de dois em dois anos, os Verões entram para a galeria de momentos inesquecíveis. Dezenas de milhares viveram a aldeia e a boa música ecoou pelas ruas de Cem Soldos. Sérgio Godinho, um dos últimos a subir ao palco, teve uma actuação acidentada, caindo do palco mas voltou minutos depois, apesar de visivelmente combalido e com uma lesão na cabeça. Nada o fez parar e a “liberdade” foi entoada ainda com mais força.

O NA, parceiro do Bons Sons, esteve lá e não perdeu pitada do que se viveu, deixando aqui algumas das imagens da edição de 2014 do festival. Daqui a dois anos há mais.

RA (fotos RA)

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

_DSC0195

_DSC0199

_DSC0204

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

_DSC0954

_DSC0955

_DSC0956

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Festival Bons Sons 2014

Médio Tejo: Já se apercebeu que a melhor música portuguesa vai estar bem perto de si?

Qual é a sua desculpa?*

Tomar – 4.5 km, Torres Novas – 20 km, Vila Nova da Barquinha – 17 km, Abrantes – 32 km, Entroncamento 17 km, Constância – 21 km, Sardoal – 35 km, Mação – 52 km, Vila de Rei – 39 km, Ferreira do Zêzere – 22 km, Alcanena – 32 km, Ourém – 19 km, Sertã – 54 Km. São estas as distâncias que o(a) separam de Cem Soldos, no concelho de Tomar, que entre os dias 14 e 17 de Agosto, é invadida pela melhor música portuguesa, através do Festival Bons Sons, organizado pela associação cultural Sport Club Operário de Cem Soldos (SCOCS).

A edição de 2014 volta a ter muitos concertos (são 55), diferentes géneros musicais e linguagens artísticas. O Bons Sons não é um festival comum, ele é fruto de uma comunidade com tradições no campo das artes e da cultura, na entreajuda geracional, e tudo isso se sente durante os quatro dias de festival, pelas ruas e praças da aldeia ribatejana.

As diferentes etapas de venda de bilhetes para a edição de 2014 têm sido um sucesso. “Esgotados” é palavra comummente associada. Para quem ainda não comprou há ainda uma oportunidade de adquirir o passe geral por apenas 30 euros, mas só até ao fim de Julho e se entretanto também esta remessa não esgotar… A partir de Agosto os bilhetes para os 4 dias passarão a ser vendidos ao seu valor normal.

O Festival Bons Sons é amigo das famílias e para além de um recinto com excelentes condições para todos os públicos (que é, no fundo, grande parte da aldeia à qual é limitado o acesso a portadores de bilhete diário ou passe geral durante o evento) as crianças com menos de 12 anos não pagam para entrar.

O cartaz dispensa mais palavras:
Sérgio Godinho, JP Simões, Gaiteiros de Lisboa, Noiserv, António Chaínho, Ricardo Rodrigues, Gisela João, Capicua, Samuel Úria, Memória de Peixe, Os Capitães da Areia, Ciclo Preparatório, Norberto Lobo, Peixe, We Trust, Anarchicks, BrassWiresOrchestra, Long Way to Alaska, FirstBreathAfter Coma, Azáfama… E estes são apenas alguns dos nomes que sobem aos 8 palcos instalados na aldeia de Cem Soldos.

Para mais informações pode visitar o site do festival – http://www.bonssons.com.

*Não tem desculpas.

Festival Bons Sons já tem primeiras confirmações e aumenta para 55 o número de concertos

10015659_10152730176944517_573898548_n

Sérgio Godinho, JP Simões, Capicua,Gisela João, Memória de Peixe,Gaiteiros de Lisboa, Noiserv, BrassWiresOrchestra e Samuel Úria são os primeiros nomes avançados para a edição 2014 do Festival Bons Sons que acontece em Cem Soldos, Tomar, de 14 a 17 de Agosto.

Mas as novidades não ficam por aqui. Os 40 concertos prometidos pela organização passam agora para 55. Luís Ferreira, o director do Festival, já tinha avançado em entrevista ao Jornal NA que o programa estava “fantástico” e que a dificuldade era ter “apenas 40 bandas”.

Problema resolvido. Os primeiros nomes avançados confirmam a tese de Luís Ferreira, também cronista do NA, de que o programa está fantástico, e também que o Bons Sons manterá a posição de proa na divulgação da música portuguesa de qualidade.

Nos quatro dias do festival, de 14 a 17 Agosto, distribuídos pelos 8 palcos, juntam-se nos largos e ruas de Cem Soldos artistas consagrados com projectos emergentes, cruzam-se linguagens tradicionais e contemporâneas e celebram-se os BONS SONS. O Festival beneficia os mais rápidos com Passes de 4 Dias por apenas €20, disponíveis aos balcões da FNAC, Ticketline e CTT até ao final de Maio (limitado a 1.000 unidades).