Arquivo de etiquetas: novo almourol

VN BARQUINHA: Fernando Freire recandidata-se e faz poucas alterações. Mas faz

_freirw_58ebeb469b0f8

A Comissão Política do Partido Socialista (PS) de Vila Nova da Barquinha (VNB) aprovou no passado dia 14 de julho as listas à Câmara Municipal, Assembleia Municipal e respetivas Assembleias de Freguesia. A aprovação granjeou unanimidade e a única alteração até agora conhecida prende-se com o candidato à Assembleia Municipal. Rui Picciochi, histórico dirigente socialista do concelho, é substituído por António Ribeiro, militar na reforma de 52 anos, que assim encabeça a lista à Assembleia Municipal.

Fernando Freire, advogado de 57 anos, natural de Oleiros e residente no concelho desde 1988, foi vereador da Cultura entre 2009 e 2013, ano em que passou a ocupar o cargo de presidente da Câmara Municipal após vencer com maioria absoluta.

Nas Juntas de Freguesia nada se altera. Manuel Honório lidera a lista para a freguesia de Atalaia, João Machado a de Vila Nova da Barquinha, Miguel Homem a de Tancos e Benjamim Reis a de Praia do Ribatejo. Recorde-se que o PS venceu cada uma das quatro freguesias do concelho em 2013.
Apesar de ainda não serem públicos os nomes que farão parte das listas à Câmara Municipal, o Jornal NA sabe que há alterações, apenas carecendo de oficialização por parte da comissão concelhia. Isto implica alterações ao nível da vereação que atualmente está entregue, por parte dos socialistas, a Rui Constantino Ricardo Honório (ambos com pelouros) e Rosa Garret.

Anúncios

TOMAR: Cem Soldos recebeu 32 mil festivaleiros para soprar as suas dez velas

????????????????????????????????????
????????????????????????????????????

Ponto prévio. Esta é uma crónica pessoal, ao mesmo tempo que directiva jornalística. Sou um “paciente” disciplinado do Festival Bons Sons e este ano, mais uma vez, “percorri” uns temíveis 17 quilómetros para ir ver e ouvir o que de melhor se faz na música portuguesa actualmente. Fui eu, a minha família e meia dúzia de amigos que não são de “cá”. Outros que o são.
E nós, amálgama disforme de percursos a que “apenas” a amizade une, nos reunimos em Cem Soldos para nos extasiarmos com Sensible Soccers, D’Alva, Isaura, Keep Razors Sharp, Best Youth, Lodo e dezenas de outros. Nesses 17 quilómetros encontrámos três festas populares nas aldeias vizinhas de Tomar. Se alargarmos o espectro ao Médio Tejo, com certeza que entre dia 12 e 15 de agosto as celebrações populares se espreguiçavam para as dezenas. Nada contra, claro.

????????????????????????????????????
????????????????????????????????????

????????????????????????????????????
????????????????????????????????????

No entanto, as três celebrações que vimos podiam bem ser apenas um balcão corrido no exterior e folhas de eucalipto a aromatizar e dar sombra ao espaço que recebe grupos que, quais sonâmbulos, se arrastam pelo território, de eucalipto em eucalipto. No fundo, uma extensão veraneante dos balcões interiores das sociedades e associações que ao longo do ano protegem os mais incautos da falta de abrigo emocional e, em alguns casos, físico. Vazias, acrescento.

Foi uma grande festa (o Bons Sons). Mas uma que semeia, não é estanque. Quando uma aldeia nos permite absorver, sentir, ouvir, experienciar, dançar o que de melhor se faz a nível nacional, sem couves, sem ovelhas, sem supermercados a emocionar as nossas carteiras, é caso para parar e limpar as narinas das cinzas. As crianças ouvem música de qualidade, vêem exposições, design, ecologia, e quando estão cansados de nós pedem para ir para o espaço criança. Aí são desafiados e não se sentem num qualquer depósito de embirrações. As filhas e filhos saem de lá com inúmeras peças de “arte” que exibem orgulhosamente aos pais e amigos que os vão receber após o final do seu mini estágio. Fazem amigos de todo o país, de toda a europa. Um dia farão amigos de todo o mundo, espero.

Entretanto há todo um outro mundo lá fora. Que é como quem diz lá dentro. A aldeia de Cem Soldos fecha-se. Lá dentro há um mundo que pacificamente nos recebe. Há solidariedade, há discussões sorridentes, há música incrível, há espaços para todos e todas, sem discriminação. Perder uma amostra do Bons Sons, que desde 2015 é anual, é perder uma oportunidade de crescer. Acima de tudo para os que continuam a preferir o cheiro do eucalipto e dos balcões corridos. Nada contra, claro, mas há que ter a coragem (?) de romper com velhos hábitos e limpar as cinzas das narinas. Cem Soldos é no Ribatejo, no Médio Tejo, no concelho de Tomar, no interior de cada um de nós.

Texto e fotos: R. Alves

????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????

_dsc0881

????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????
????????????????????????????????????

Região: A23 com valores reduzidos em portagens a partir do verão

portagens_000.jpg

O Governo assegurou nesta terça-feira que a redução do valor das portagens no Interior vai concretizar-se no Verão. Segundo avança esta manhã o jornal “Público”, numa audição no Parlamento, o ministro do Planeamento e das Infra-Estruturas garantiu que a decisão aguarda apenas pela renegociação com a concessionária da A23.

“Estamos em condições de avançar” com a redução, começou por afirmar Pedro Marques no Parlamento. O governante explicou que há um caso em particular, o da A23, em que ainda será necessário reajustar o actual modelo de PPP, que depois das alterações negociadas pelo anterior executivo, transferiu as receitas de portagem para o concessionário privado.

“Temos agora de iniciar a renegociação, o que acontecerá a partir do mês de Maio”, referiu o ministro. Uma vez concluído este processo, que Pedro Marques admitiu ter “custos associados”, o Governo avançará com a revisão dos preços das portagens no Interior. A intenção é “durante o Verão concretizar a redução, favorecendo a mobilidade no Interior”, especificou.

Já há vencedores do sorteio de aniversário do NA

_DSC1254 _DSC1256 _DSC1257 _DSC1262

O sorteio foi realizado na Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova da Barquinha e as rifas sorteadas foram retiradas pelo Provedor da mesma, Hélder Silva.

1-º Prémio – Carla Batista
2-º Prémio – Fernanda Alves
3-º Prémio – Pedro Gomes
4-º Prémio – M. Bernardete Ferreira

Cartaz Sorteio Final

DESPORTO: Sertã acolhe Campeonato Nacional de Wakeboard e Wakeskate

Portugal aposta na criação de um destino de excelência em Castelo de Bode através da modalidade

Campeonato Nacional WBP

O Campeonato Nacional de Wakeboard e Wakeskate 2015 tem lugar a 27 e 28 de junho, na Barragem do Castelo do Bode. O Centro Náutico do Zêzere (CNZ), no Trízio (Sertã) volta a receber a prova nacional destas modalidades, as quais foram recentemente inseridas na esfera da Federação Portuguesa de Motonáutica.

A prova nacional insere-se no projeto “Wakeboard Portugal”, estratégico para posicionar o país como cluster europeu da modalidade e promover o interior como local de excelência para a prática de Wakeboard.

O projeto culmina na prova rainha da modalidade, o WWA World Wakeboard Championships, entre 16 e 19 de setembro, na Barragem do Castelo do Bode. Este vai ser um importante contributo para a afirmação da modalidade em Portugal, já que pela primeira vez este evento se realiza fora dos Estados Unidos.

É o 5º ano consecutivo que realizamos a prova na Sertã e que acolhemos os melhores atletas nacionais no idílico cenário de Castelo do Bode. A barragem tem condições extraordinárias para a prática da modalidade e todo um potencial turístico e económico em torna deste desporto que pode ser explorado. Prova disso é o já manifestado interesse de atletas europeus em participar na prova deste ano. Vamos ter atletas de Inglaterra, Letónia, Suíça e Espanha a participar na nossa prova!”, explica André Matos, Presidente da Associação Portuguesa de Wakeboard e Wakeskate (APWW). “A competição nacional abre a época de Verão e conta também com um concerto de Stereossauro (da famosa dupla de Dj Campeã do Mundo, Beatbombers). Vamos abrir em grande!”, acrescenta.

A prova nacional tem a homologação da Federação Portuguesa de Motonáutica e para que os participantes se possam inscrever terão que estar Federados (com licença desportiva 2015 e possuidor do seguro desportivo da Confederação do Desporto).

As inscrições poderão ser efetuadas através de um formulário online (60€ – Categoria Open; 40€ – Restantes Categorias) ou no local da prova entre as 10h e as 12h de sábado, 27 de Junho (com um acréscimo de 10€). A prova é feita de barco e o prize-money para a categoria “Open Masculino” é de 1500€.

As Categorias da competição são: Infantis (até 9 anos); Rapazes e Raparigas (10 aos 14 anos); Juniores Masculino e Juniores Feminino (15 aos 18 anos); Open Masculino e Open Feminino (sem restrição de idade); Masters Masculino e Masters Feminino (a partir 30 anos); Veteranos Masculino e Veteranos Feminino (a partir 40 anos); Promoção (19 aos 29 anos).

wakeboarding-1

Cada Rider pode apenas competir numa categoria. A categoria de cada Rider é definida exclusivamente pela sua idade, à exceção das categorias Open. O percurso vai ter dois obstáculos: um SLIDER e uma BOX.

Os atletas podem treinar logo na sexta-feira, dia 26 de junho, entre as 13h e as 19h ou antes do início da competição, entre as 9h e as 12h, no dia 27 de junho. As inscrições no local fecham às 12h e as eliminatórios começam às 13h e decorrem até ao final do dia. No dia 28 de junho a competição recomeça às 10h e termina às 15h. Os prémios são entregues uma hora depois. Este horário é provisório e pode sofrer alterações sem aviso prévio.

O Regulamento pode ser consultado na página de facebook oficial da Associação Portuguesa de Wakeboard e Wakeskate: http://www.facebook.com/APWW.pt

A nova edição do Jornal Novo Almourol para ler online ou descarregar para os seus dispositivos móveis ou PC.

Boas notícias para Abrantes, mas também para toda a região. que consegue atrair um grande evento mundial que decerto irá beneficiar hotelaria, restauração, património e demais sectores do turismo.

Nesta edição, de aniversário do NA, também entrevistámos Miguel Borges, presidente da Câmara Municipal do Sardoal, que fala sobre a Semana Santa ( não só) que está prestes a começar.

A reestruturação do sector das águas está a dar e vai dar que falar. os autarcas já começaram a questionar e criticar o modelo.

O secretário de estado da alimentação e investigação agroalimentar esteve no Tecnopólo do Vale do Tejo, em Abrantes, e para além de ter ficado impressionado com o que viu, delineou a estratégia para o Portugal 2020: “Inovação”. Abrantes está na linha da frente.

O Festival da lampreia em Mação, as feiras que agora começam a despontar pela região, os concertos, o teatro, a dança, os nomes que vão animar as festas concelhias que abrem alas em 2015 com a Nossa Sra. da Boa Viagem em Constância (4,5 e 6 de Abril).

O nossos cronistas: Luiz Oosterbeek, Carlos Vicente, Alves Jana, António Roldão, Teresa Nicolau, Luís Figueira e uma “visita” especial de quem foi directora do NA durante 13 anos e dá os parabéns ao “seu” jornal, Lurdes Gil.

Rita Inácio responde ao nosso questionário.

Tudo isto e muito mais. Aqui.