Arquivo de etiquetas: música

VN BARQUINHA: Festival ZêzereArts leva sons de Mozart, Purcell e Josef Suk a Almourol

maxresdefault.jpg

O anfiteatro do Castelo de Almourol recebe hoje, dia 28 de julho, pelas 22h00, um concerto de música e dança a cargo da Orquestra do Festival e de jovens solistas do Curso de Verão ZêzereArts.

A orquestra levará ao monumento nacional os sons da Serenata Notturna K239 de Mozart, a Música “FairyQueen” de Purcell e a Serenata para Cordas Op. 6 de Josef Suk.

A entrada é livre

Anúncios

Bons Sons: E quando já tudo estava perfeito… ficou ainda mais

Se é verdade que o programa do Festival Bons Sons 2017 suscitou enorme entusiasmo entre os jornalistas que se deslocaram à aldeia de Cem Soldos, e depois nos leitores que propagaram o cartaz pelo país, eis que a organização nos brinda com mais um momento único para Agosto.

Num cartaz com Mão Morta, Samuel Úria, Capião Fausto, Virgem Suta, Orelha Negra, Rodrigo Leão ou Frankie Chavez, entre muitos outros, ainda cabe a grande surpresa. José Cid vai viver a aldeia entre 11 e 14 de agosto.

O músico vai apresentar o concerto de celebração do álbum 10.000 Anos Depois entre Vénus e Marte, álbum lançado em 1978 e que na altura não teve o impacto merecido, algo que costuma acontecer com as obras que surgem à frente do seu tempo e por isso não são valorizadas. Mas o álbum tornou-se culto, tanto em Portugal como fora dele. O álbum contou com José Cid, Zé Nabo no baixo e na guitarra, Mike Sergeant, a percussão de Ramon Galarza.

Cem Soldos é um aldeia orgulhosa e o epicentro da música portuguesa em agosto. Pela aldeia do concelho de Tomar passam cerca de 40 mil festivaleiros em Agosto, numa organização do Sport Clube Operário de Cem Soldos e que conta com 300 voluntários de todo o país.

Durante os dias de festival, e fora dele, escreva-se, torna-se evidente que se respira saúde social com todas as gerações integradas, desde as crianças aos idosos. Uma experiência única numa região que ainda está a conhecer os seus próprios recantos.

O bilhetes estão à venda no site do festival e em Ticketline, CTT, FNAC, Worten, El Corte Inglés, C.C. Dolce Vita, Casino Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Agência Abreu, ABEP, MMM Ticket, C.C. Mundicenter, CCB, Shopping Cidade do Porto, U-Ticketline.

Tomar: LODO preparam o lançamento do seu primeiro EP

Os LODO preparam-se para apresentar o seu primeiro trabalho de originais, em Cem Soldos/Tomar, num concerto agendado para 19 de Dezembro.

Os LODO são uma banda composta por quatro elementos que encontram a sua linguagem comum na combinação de influências do pós-rock de aquém (Riding Panico, Linda Martini) e além-fronteiras (If the Trees Could Talk, Mogwai, Russian Circles, Caspian). Dois anos depois da sua primeira actuação, a banda foi finalista do NOS Live Act, que distingue projectos musicais emergentes, garantindo a sua actuação no Festival NOS Alive 2015.

A apresentação regular dos temas da banda ao vivo em vários pontos do país, bem como a colaboração próxima com outros projectos musicais, asseguraram as condições necessárias para a gravação deste primeiro trabalho da banda,composto por 5 temas.

A apresentação do primeiro EP da banda será realizado dia 19 de Dezembro, no Auditório do SCOCS, em Cem Soldos (22h). O evento contará com a participação de SURMA, no concerto de abertura, e com a partilha do palco com outros projectos musicais, numa noite dedicada à música progressiva de produção independente.

Centro Cultural Gil Vicente recebe Sardoal Jazz 2015

cb_playing (1)

O Centro Cultural Gil Vicente recebe, entre 8 e 10 de Maio, o Sardoal Jazz 2015, que trará ao Sardoal alguns dos grandes nomes da música jazz nos panoramas nacionais e internacionais.
Sardoal Jazz nasce da vontade do Município Sardoalense em contribuir para dar resposta a uma lacuna na programação musical da região em duas vertentes distintas. Por um lado, trazer à região espectáculos de música jazz de elevada qualidade para os amantes deste género musical e, por outro lado, a aposta na formação de públicos, apresentando concertos e grupos de um estilo musical diferente.

Desta forma, no dia 8 de Maio, pelas 21h30, sobe ao palco do Centro Cultural o grupo Sinfo Dixie, oriundo de Águeda e que, através de instrumentos como trompete, clarinete, trombone, tuba, banjo e outros de percussão, tocarão o melhor do jazz tradicional.

No Sábado, dia 9, também às 21h30, terá lugar a actuação do grupo Lokomotiv, um dos mais antigos e produtivos trios de jazz português reconhecido pela crítica internacional. Nascido em 1997, Lokomotiv já se apresentou em palcos um pouco por todo o mundo, sendo composto por músicos de elevada qualidade e com reconhecimento mundial, como Carlos Barreto, Mário Delgado e José Salgueiro.

A fechar o Sardoal Jazz 2015 estará no Domingo, dia 10, pelas 16 horas, Yuri Daniel Quartet, composto pelos notáveis músicos: Filipe Raposo, Johannes Krieger, Vicky Marques e Yuri Daniel. Refira-se que Yuri Daniel é um dos mais relevantes baixistas da nova geração do jazz, integrando várias bandas de prestígio, de entre as quais se destaca a do norueguês Jan Garbarek, uma das maiores referências do saxofone mundial.

Os bilhetes por espectáculo têm um valor de 3 euros, sendo que o passe para os três dias custa 6 euros, podendo ser adquiridos na bilheteira do Centro Cultural Gil Vicente entre as 16 e as 18 horas, aos Sábados e Domingos entre as 15 e as 18 horas ou 45 minutos antes do início dos espectáculos.

André Lopes

IV Feira dos Produtos da Terra anima Ourém

A Feira dos Produtos da Terra já é um marco no concelho de Ourém, realizando-se há quatro anos consecutivos. A edição de este ano do evento vai decorrer no Centro de Negócios de Ourém, nos dias 9 e 10 de Maio, recebendo os produtos típicos da região, gastronomia local e animação.

10421187_848370075198390_3276928051781908054_n

Em exposição vão estar diversos produtos regionais como vinhos, azeites, doçarias, queijos, enchidos, frutos secos e hortícolas, além de um espaço de restauração dinamizado por associações locais. Haverá ainda um espaço dedicado ao comércio de gado e de máquinas e alfaias agrícolas e uma área social dinamizada pelo Centro Comunitário de Voluntariado de Ourém com o propósito de apoiar causas sociais e instituições de solidariedade social do concelho.

A programação da Feira, que abre portas no dia 9, a partir das 14h, é diversificada. O primeiro dia será ocupado com uma sessão das “Conversas à Volta do Mundo Rural” com o tema “À Roda da Terra”, no âmbito da comemoração do Ano Internacional dos Solos. A noite de sábado contará com a animação protagonizada pela Banda FH5 que apresentará o seu espetáculo no ano em que comemora 40 anos de existência. No dia 10 de maio, o certame terá início às 10h e durante a tarde será possível assistir a um desfile protagonizado pelos utentes do Centro João Paulo II de Fátima e a uma Garraiada junto ao Mercado Municipal Manuel Prazeres Durão. O dia terminará com a atuação de Carlos Alberto Moniz, artista com uma vasta carreira que vai ao certame apresentar o seu mais recente espetáculo “O Vinho dos Poetas”. Ao longo dos dois dias da Feira acontecerão várias atividades como batismos a cavalo, campanhas de doação de animais, animação musical com concertinas e muito mais. A entrada é gratuita.

A IV Feira dos Produtos da Terra tem como principal objetivo estimular e apoiar os agentes económicos, locais e regionais, e divulgar projetos associados ao mundo rural bem como os produtos e a gastronomia típica da região. Esta iniciativa é uma organização conjunta do Município de Ourém, OurémViva e ADIRN (Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte), com o apoio do Projeto ATerra.

André Lopes

Sérgio Godinho em liberdade por Abrantes

Festival Bons Sons 2014

“Liberdade” é de todas as palavras e conceitos que uso na minha vida, e por arrasto nas canções, a que mais acarinho e que mais defendo, aquela que dá ao norte a sua bússola. A frase é de Sérgio Godinho e dirige o público para o que poderá assistir em “Liberdade” – espectáculo que se vai realizar em Abrantes, no Cine-Teatro São Pedro, dia17 de Abril, pelas 21h30.

A partir de uma canção composta em 1974 e publicada nesse mesmo ano no álbum “À Queima-roupa”, o “escritor de canções” revê, através do seu repertório, a vivência do Portugal democrático. Estreado em Abril de 2014 em três memoráveis noites no São Luiz Teatro Municipal, em Lisboa, tem percorrido o país provocando grande do entusiasmo junto de todos quantos a ele têm assistido, motivando inclusive, a publicação de um disco ao vivo no final do ano com o mesmo título – “Liberdade”.

Por entre releituras e reproduções, Sérgio Godinho aborda a quase totalidade da sua vasta discografia tendo como ponto de partida a liberdade em sentido lato ou, se quisermos, as diversas liberdades, em sentido particular – “Já Joguei Ao Boxe”, “Fotos do Fogo”, “Maçã Com Bicho”, “Que Força É Essa” ou “O Acesso Bloqueado” são, entre outras, canções presentes – mas há ainda espaço para a novidade, para os inéditos, e “Tem O Seu Preço” sobe ao palco; ou ainda para a descoberta de “Na Rua António Maria”, tema de Zeca Afonso nunca antes publicado e que Sérgio Godinho traz a “Liberdade”, literalmente, de memória.

Desde a música empenhada, bandeira de causas e consciência social, ao diário íntimo e plural, uma visão de nós próprios a partir do trabalho de um dos mais importantes criadores de imaginário das últimas quatro décadas.

Bons Sons: Carlão no verão de Cem Soldos

Há mais adições ao cartaz do Festival Bons Sons que se realiza em Cem Soldos, Tomar, entre os dias 13 e 16 de Agosto. A Tó Trips, Retimbrar, Nice Weather For Ducks e Trêsporcento juntam-se Oco, Benjamin (ex-Walter Benjamin), Salto, Eduardo Raon, Carlão, Duquesa, Long Way To Alaska, Éme, Xaral Dixie, João Berhan, Criatura e Timespine.

A organização (SCOCS – Sport Clube Operário Cem Soldos) anunciou também a criação de um concurso destinado a arquitectos e designers, sob a designação Concurso Internacional de Ideias, em parceria com a plataforma IdeasForward. O objectivo é criar, na aldeia de Cem Soldos, um espaço de descanso e convívio durante o festival. O concurso iniciou-se no dia 17 de Março e decorre até dia 8 de Maio.

Os passes para o festival encontram-se à venda nos locais habituais, estando, em número limitado, ao preço de 25 euros até final de Abril. Até Junho passarão para 30 euros e em Agosto sobem para 35 euros.

pac-b110 (1)