Arquivo de etiquetas: Maria do Céu Albuquerque

Prémios NA: O Médio Tejo passou por aqui

A primeira edição dos Prémios NA realizou-se no dia 12 de Junho, no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha, e premiou quem e o que melhor se faz no Médio Tejo.
Fel, banda de Abrantes, atuou no evento e deixou a plateia curiosa com a sua qualidade.
(FOTOS)

_DSC0998

_DSC1002

_DSC1014

_DSC1018

_DSC1020

_DSC1024

_DSC1027

_DSC1039

_DSC1042

_DSC1044

_DSC1063

_DSC1065

_DSC1070

_DSC1076

_DSC1077

_DSC1078

_DSC1082

_DSC1091

_DSC1093

_DSC1095

_DSC1101

_DSC1103

_DSC1110

_DSC1114

_DSC1124

_DSC1131

_DSC1134

_DSC1155

_DSC1173

_DSC1175

_DSC1178

_DSC1179

_DSC1182

_DSC1212

_DSC1213

_DSC0937

_DSC0943

_DSC0956

_DSC0961

_DSC0965

_DSC0966

_DSC0967

_DSC0972

_DSC0987

_DSC0990

Anúncios

Abrantes: Uma cidade de mão dada com o digital e culturalmente viral

????????????????????????????????????
Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara de Abrantes

O dia 6 de Maio de 2015 marca um momento importante para Abrantes e, derradeiramente, para a região. No novo “Welcome Center” da cidade, local de boas vindas para os visitantes, localizado na parte inferior do novo Mercado Diário, foram apresentados eventos e acontecimentos que paulatinamente vão mudando a cidade.

Por um lado, a apresentação da nova edição do “180 Creative Camp”, e que na sua terceira edição em Abrantes já é muito mais que um estranho, na dupla acepção da palavra. O evento, que em Julho volta a olhar a cidade e o concelho, e a intervir nele, está cada vez mais familiarizado com a identidade local mantendo a irreverência e criatividade que leva o nome de Abrantes pelos quatro cantos do mundo. “Quando o Nuno Alves (ndr: director do Canal 180, organizador do Creative Camp) veio ter comigo, há três anos, e se sentou à minha frente (…) apresentou-me esta proposta e o que tinham feito em Vila Nova da Cerveira (local da primeira edição do evento), e eu disse que lhe daria as melhores condições para se fazer em Abrantes mas que isto não era um almoço gratuito, isto não era para fazer uma vez em Abrantes para ganhar escala e depois ir para outra cidade qualquer, esta tem de ser uma referência para criar em Abrantes”, afirmou Maria do Céu Albuquerque, presidente do Município abrantino, no seu discurso.

“Tudo aquilo que mexe é controverso, tudo aquilo que vamos fazendo de diferente gera reacção, umas mais positivas outras mais negativas, mas o que aqui se pode verificar é que este não é um feito qualquer em que as pessoas vêm e vão embora, é um feito em que as pessoas vêm, deixam, criam, e enriquecem-nos sobremaneira”, finalizou a autarca sobre o 180 Creative Camp.

Por outro lado, um desejo antigo da autarquia, ter uma agenda cultural a longo prazo, no caso até final de 2015, devendo passar a anual a partir de 2016. O vereador da cultura, Luís Dias, era um dos mais satisfeitos durante a apresentação da agenda, por Paulo Passos, designer da autarquia e igualmente quem desenhou graficamente a agenda, em folhas grandes e estreitas. Maria do Céu Albuquerque defendeu que a nova agenda “não é uma edição para pôr no lixo. Se cabe no bolso, no outro dia está no lixo, e a nossa tem este bom aspecto. Quando recebermos a agenda nas nossas casas aquilo que vai acontecer é que as pessoas vão ver, ficar despertas e guardar”.

Mas a agenda em papel é apenas uma das peças do puzzle da aposta forte na promoção da cultura e demais actividades. Abrantes é o primeiro dos 13 concelhos do Médio Tejo que tem disponível uma aplicação para smartphone com todos os roteiros e pontos de interesse do seu território. Em breve todos terão uma.

A criação desta aplicação, “Descubra Abrantes”, é da responsabilidade da empresa Gravity, “uma aplicação de natureza turística que contém toda a informação relevante para ajudar os seus visitantes a descobrir o que de melhor o Município de Abrantes tem para oferecer”, como Nuno Pereira, representante da empresa, apresentou a aplicação disponível para os smartphones com sistemas IOS, Android e Windows, já disponível nos locais de descarga.

Web

“Já não se pode utilizar a desculpa de que se esqueceu e não tinha visto´”, afirmou a presidente da autarquia sobre as informações das actividades no concelho, e contou que não vão ficar por aqui. “Este é um instrumento de partida, para podermos comunicar a todo o tempo, não só através da agenda electrónica agora disponibilizada mas também por distribuição de flyers, outdoors e outros suportes que estamos a estudar, mas também algo inovador no nosso concelho, que é podermos utilizar a factura da água para podermos fazer chegar de forma quase gratuita a informação, e cada pessoa, independentemente de estar nas Fontes, na Bemposta, nas Mouriscas ou em Abrantes, vai receber a mesma informação”.

Presente na apresentação, que lotou o pequeno auditório do Welcome Center, esteve Pedro machado, Presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro de Portugal.

Texto e foto: Ricardo Alves

Médio Tejo: Autarcas criticam o facto de eventos como o da estância de wakeboard não caberem no Portugal 2020

_DSC0848

O mote foi dado por Maria do Céu Albuquerque (PS) durante a apresentação do projecto na BTL. Perante a presença de deputados e demais representantes políticos, a presidente da CIMT e do Município de Abrantes não deixou escapar a oportunidade para criticar o facto de o quadro comunitário que se aproxima, Portugal 2020, não prever o financiamento de eventos desportivos. “Mais uma vez serão os municípios a suportar os encargos, com recursos cada vez mais pequenos, não se percebe como é que iniciativas como esta não sejam consideradas pelo Portugal 2020 para financiamento”, atirou a autarca, deixando o “desafio” ao “governo da nação para que se debruce sobre a matéria”. Posição igualmente critica teve Pedro Machado, Presidente da Turismo Centro de Portugal, “se a secretaria de estado inscrever estes eventos no quadro de apoio estará a contribuir para a valorização do território” e prometeu que a entidade que preside “tudo fará para que seja ainda mais ouvida” e que ainda haja possibilidade de emendar a “injustiça”. “No Médio Tejo temos Fátima, temos fé”, finalizou Pedro Machado.

Ao NA, Miguel Pombeiro, Secretário Executivo da CIMT, elogiou a posição da autarca no contexto da BTL, “o próximo quadro comunitário de apoio ainda não tem os regulamentos aprovados e o que se diz é que os eventos serão uma prioridade negativa, ou seja, que não é financiável”. No entanto, Pombeiro avisou que é necessária uma distinção, “há eventos que são estruturantes do ponto de vista do território e que o retorno é de tal forma importante que uma comparticipação de fundos comunitários tem um efeito multiplicador no território”, e congratulou-se com o projecto na região, “num país com tendência para a litoralização dos eventos”.

Vasco Estrela (PSD), presidente da Câmara de Mação, um dos quatro parceiros do projecto, aplaudiu a tomada de posição da presidente da CIMT e apesar de perceber “que o país não possa apoiar todos os eventos, tem de aperceber-se que não é tudo igual. Não há maior injustiça do que tratar por igual o que é diferente. Espero eu que ainda se possam salvaguardar este tipo de eventos. Não me parece que seja a melhor forma de ver as coisas”. Vasco estrela acredita que numa região, a do Médio Tejo, em que onze concelhos estão a perder população de forma assustadora, este tipo de projectos pode “contrariar esta dinâmica infeliz na nossa região”. “Sabemos que não é a solução para os nossos problemas mas ajuda à promoção da região, é bom para a auto-estima, cria riqueza, pode ajudar a criar novos negócios, novas emoções, novas visões de futuro e fixar pessoas”, concluiu.

Abrantes: Inauguração da Feira de São Matias

_DSC0572

Realizou-se na passada Sexta-feira, dia 20 de Fevereiro, a inauguração da secular Feira de São Matias. Este ano, o evento realiza-se na Margem Sul do Aquapolis em Rossio ao Sul do Tejo até dia 8 de Março.

A Presidente da autarquia abrantina, Maria do Céu Albuquerque, falou sobre a suspensão do evento e posterior decisão de realização no Aquapolis Margem Sul. A autarca falou também sobre os planos de relocalização deste e outros eventos a realizar no concelho de Abrantes.

Política – PS: Maria do Céu Albuquerque na Barquinha a caminho da Federação Distrital

A Candidatura à Federação Distrital de Santarém do Partido Socialista (PS) “Mobilizar o Ribatejo”, liderada por Maria do Céu Albuquerque encontra-se a promover um roteiro com sessões de debate pelo distrito e esta quarta-feira, dia 23 de Julho, pelas 21h30, é a vez dos militantes e simpatizantes do PS se reunirem em Vila Nova da Barquinha, na sede da concelhia.

Em comunicado, a candidatura informa que se “pretende dar oportunidade ao debate de ideias sobre o nosso território, o seu modelo de desenvolvimento e também sobre a organização interna do PS.” A candidatura da presidente da Câmara municipal de Abrantes e do Conselho Intermunicipal do Médio Tejo, “focaliza-se na defesa de valores e princípios do socialismo democrático e pretende, numa dinâmica de Democracia Participativa, envolver os cidadãos na discussão e construção de um programa político que defenda e valorize a nossa região e as pessoas que lhe dão identidade.”

As sessões de debate são abertas aos militantes, simpatizantes e a todos os que queiram participar, e depois de Vila Nova da Barquinha, seguem-se debates em Ourém (24 Julho, 21h30 Sede da Junta de Freguesia N. Sra. da Piedade), Tomar (25 de Julho, 21h30 Estalagem de Sta. Iria) e Ferreira do Zêzere (26 de Julho, Acampamento Distrital da JS).

Maria do Céu Albuquerque entra na luta pela Federação Distrital de Santarém tendo como antagonista o actual presidente da mesma, António Gameiro. Dos dois lados da barricada são abertamente assumidos os apoios a nível nacional: Maria do Céu Albuquerque apoia António Costa ao passo que Gameiro está do lado de António José Seguro.

Texto e Fotos: RA