Arquivo de etiquetas: inauguração

VN Barquinha: CUR inaugura obras com apoio do Município

O Clube União de Recreios (CUR) de Moita do Norte, Vila Nova da Barquinha, vai inaugurar, no próximo dia 13 de dezembro, as obras de valorização de conservação da sede daquela associação.

sede CUR

Com um custo de cerca de 140 mil euros, a intervenção foi co-financiada em 60% pelo PRODER, através de uma candidatura à Medida 3.2 – Melhoria da Qualidade de Vida – Ação 3.2.1 – Conservação e Valorização do Património Rural, do Sub Programa 3, “Dinamizaçãodas Zonas Rurais”. Além dos fundos comunitários, as obras contaram também com o apoio do Município de Vila Nova da Barquinha e dos sócios do Clube.

O CUR é uma Associação privada de cultura, desporto e recreio. É uma instituição autónoma e independente, não tem qualquer fim lucrativo individual, a propriedade é social e no seu seio prevalece o voluntariado.

Os seus associados, trabalham e contribuem de forma voluntária para assegurar o acesso da população do concelho à cultura, ao desporto, ao recreio e ao lazer, para a promoção da educação, para o apoio social, para humanizar e duma forma genérica, promover uma melhoria de qualidade de vida e do bem-estar das populações.

O Clube de União e Recreios (CUR) nasceu em 1 de Dezembro de 1929, com a denominação de Clube União de Desportos e Recreios, resultante da fusão de 2 coletividades existentes, embora haja indícios de que a sua existência seja anterior a essa data. Em 20 de Maio de 1944 são aprovados os Estatutos, com a denominação atual.

Esta Associação nasceu do desejo popular com o objetivo, em tempo de descanso laboral, de entretimento e divertimento tentando esquecer a dureza do trabalho na aplicação dos seus próprios gostos e no convívio Social.

Na atualidade, o CUR continua em plena atividade, com a realização de espetáculos e outros eventos, caso do Teatro, Ginástica, Corso carnavalesco, Festa da Mulher, Arraiais Populares, Galas do Fado, Natal da Criança e, nos últimos 3 anos, com as Danças de Salão, com resultados brilhantes, pódio nos campeonatos Regionais e na Taça de Portugal de Dança.

O CUR distinguiu-se, no campo social e cultural, além de outras áreas da atividade humana, pelo que o Município de Vila Nova da Barquinha lhe atribui, em 2012, a Medalha Municipal de Mérito – Grau Prata.

Abrantes: Uma das empreitadas mais “difíceis” de Abrantes chega ao fim com inauguração do novo Mercado Municipal

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

No dia 25 de Abril, a cidade de Abrantes vai ter novo espaço no centro histórico, uma das obras que mais vezes foi notícia em anos recentes, fosse pelos atrasos causados pelas dificuldades financeiras da empresa às quais a obra foi adjudicada, fosse pelas críticas à arquitectura do mesmo. A inauguração, no próximo sábado pelas 10h00, acontece dois anos depois do previsto, tendo a construção do novo mercado iniciado em Março de 2010. Antes, a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) havia encerrado o antigo edifício, datado de 1933.

As dificuldades encontradas durante os últimos cinco anos foram ultrapassadas e o centro histórico de Abrantes vai ter ao dispor da comunidade um moderno equipamento, com um custo de cerca de 1.1 milhões de euros, de cinco pisos, com elevador interno e escadaria exterior, tem ligação pedonal entre o Largo 1º de maio e a Rua Nossa Senhora da Conceição. O novo Mercado Municipal inclui um posto de turismo/recepção, vestiários e instalações sanitárias, uma cafetaria, padaria, pastelaria, floristas, talhos e peixarias, e ainda cerca de três dezenas de bancas, para venda de produtos alimentares, nomeadamente hortícolas e fruta.

Até à data, e depois do encerramento do antigo mercado, a escassas dezenas de metros do agora inaugurado, os comerciantes foram provisoriamente instalados noutros espaços. É o muito aguardado fim da empreitada que segundo Maria do Céu Albuquerque, presidente do município abrantino, em declarações à Agência Lusa “foi a empreitada mais difícil” da sua vida autárquica.

RA

Abrantes: Inauguração da Feira de São Matias

_DSC0572

Realizou-se na passada Sexta-feira, dia 20 de Fevereiro, a inauguração da secular Feira de São Matias. Este ano, o evento realiza-se na Margem Sul do Aquapolis em Rossio ao Sul do Tejo até dia 8 de Março.

A Presidente da autarquia abrantina, Maria do Céu Albuquerque, falou sobre a suspensão do evento e posterior decisão de realização no Aquapolis Margem Sul. A autarca falou também sobre os planos de relocalização deste e outros eventos a realizar no concelho de Abrantes.

Abrantes: Feira de São Matias é inaugurada amanhã com o Tejo como vizinho

A secular feira que faz parte da memória de muitas gerações vai realizar-se de 20 de Fevereiro a 8 de Março e este ano muda-se de armas e bagagens para bem junto do rio Tejo. O local é a Margem Sul do Aquapolis em Rossio ao Sul do Tejo e a inauguração oficial vai acontecer às 17h00 desta sexta-feira.

Recorde-se que a Câmara Municipal de Abrantes e os feirantes decidiram, em conjunto, realizar a Feira de São Matias no local depois de a autarquia ter anunciado a suspensão do evento. As razões para a suspensão estavam relacionadas com as dificuldades em garantir as exigentes condições logísticas noutro local que não o habitual – nos terrenos do Tecnopólo do Vale do Tejo – onde decorrem amplas obras.

No entanto, um grupo de feirantes propôs à Câmara assumir o encargo com o fornecimento de energia, recorrendo aos seus próprios geradores e, em contrapartida, o município isenta os participantes do pagamento de taxas.

carrinhos de choque XD

RA

Moita Do Norte: Concretizado desejo antigo com requalificação do Jardim da Nora

_DSC1144

A reabertura aconteceu no dia 8 de Novembro e devolve à comunidade um espaço referência para cidadãos de todas as idades

“A GRANDE OBRA REALIZADA PELA JUNTA DE FREGUESIA neste mandato autárquico”, palavras de João Machado (PS), presidente da Junta de Freguesia de Vila Nova da Barquinha, durante a reabertura do Jardim da Nora, totalmente renovado e com valências para todas as idades. A obra de requalificação foi ao encontro de um desejo antigo da comunidade e há anos adiado. No primeiro ano de mandato, João Machado pôs mãos à obra, mas não esqueceu todo o trabalho e pessoas envolvidas.

O Jardim da Nora, junto ao Jardim-de-infância de Moita do Norte, foi requalificado com baixos custos, cerca 35 mil euros, devido à envolvência de várias pessoas que a Junta de Freguesia conseguiu congregar. “Agradeço a todos os trabalhadores que participaram nesta obra” assinalou João Machado, estendendo os agradecimentos aos membros da assembleia de freguesia, “à arquitecta e directora do projecto – Rita Inácio (…), ao topógrafo Paulo Gomes que marcou o terreno e nada cobrou, Júlio Ventura, que nos instalou o sistema de rega gratuitamente, ao Manuel Honório pelo apoio, ao Laurentino que ofereceu a caixa de água para a Nora, às construções Barros por nos mostrarem sempre o caminho mais económico apesar de receberem pelos trabalhos realizados, ao Cláudio, fiscal da Câmara, pelos conselhos, aos camaradas de executivo, ao Fernando Aparício e principalmente ao Laurindo Esperança que me acompanhou nesta luta diariamente”, referiu ainda.

_DSC1099

Fernando Freire, presidente da autarquia de Vila Nova da Barquinha, realçou a obra fruto de “várias boas vontades e altruísmo”, elogiando o jardim “agradável, com qualidade, e que as pessoas de Moita do Norte e das terras vizinhas o possam usufruir com alegria e, também, essencialmente para descanso e lazer dos mais idosos que bem precisam”.

A cerimónia contou com uma assistência de várias dezenas de pessoas e a placa de reabertura foi descerrada por duas crianças. O renovado Jardim da Nora conta com vários equipamentos de ginástica para idosos, equipamentos de recreio para crianças e jovens, bem como um aparelho para pessoas com mobilidade reduzida numa área especificamente pensada para o efeito.

Texto e Fotos: Ricardo Alves

_DSC1146

_DSC1150

_DSC1153

_DSC1104

_DSC1107

_DSC1108

_DSC1117

_DSC1119

_DSC1125

_DSC1132

_DSC1136

_DSC1140

_DSC1143