Arquivo de etiquetas: Capicua

Vincent Glowinski leva “Human Brush hoje a Abrantes. Imperdível

O palco está montado e salta à vista a enorme tela e palco no qual Vincent Glowinski promete uma atuação memorável. São os Caminhos da Água, de 13 a 16 de julho, em sete concelhos do Médio Tejo

Capa Human Brush

O conceituado artista belga traz à região o seu espetáculo Human Brush. Em palco, Vincent move-se e os seus movimentos criam todo o tipo de figuras numa tela gigante. A camera que o observa mapeia os seus movimentos e recria-os na tela. Em Abrantes, dia 13, quinta feira, pelas 22h00, na Praça José Raimundo Soares e em Montalvo (Constância) na Quinta D. Maria no dia 15 de julho, sábado pelas 22h00, Human Brush deixará a sua marca num espetáculo único que cria uma atmosfera densa mas libertadora.

capicua

Mas pelas ruas, praças, praias fluviais, grutas entre muitos outros locais, passarão muitos outros artistas. Na música as propostas são Capicua e Pedro Geraldes com o Projeto “Mão Verde” Birds Are Indie, Lavoisier, Batida, Contatinas e Drama e Beiço.

Erva Daninha traz novo circo, Lama leva o teatro de local em local, desde praias a praças, passando por zonas verdes e nascentes com “Carripana”, a companhia Radar 360 regressa com o Baile dos Candeeiros e o Teatro de Ferro apresenta “Olo, um solo sem S” em Abrantes. O Teatro do Frio realiza “Concerto para Estrelas” em Constância e Vila de Rei.

batida

O conceito do Caminhos também é o de dar oportunidade ao visitante de fazer o seu próprio roteiro, escolhendo locais e espetáculos tendo em conta o mesmo.

Em Outubro, o Caminhos regressa com a Pedra. O projeto da CIMT é co-financiado pela União Europeia no âmbito do programa de apoio Portugal 2020. A CIMT é composta pelos municípios de Abrantes, Alcanena, Constância, Mação, Sardoal, Vila de Rei, Vila Nova da Barquinha, Ferreira do Zêzere, Sertã, Torres Novas, Ourém, Tomar e Entroncamento.

Todo o programa em http://caminhos.mediotejo.pt/

baile dos candeerios

Médio Tejo: Já se apercebeu que a melhor música portuguesa vai estar bem perto de si?

Qual é a sua desculpa?*

Tomar – 4.5 km, Torres Novas – 20 km, Vila Nova da Barquinha – 17 km, Abrantes – 32 km, Entroncamento 17 km, Constância – 21 km, Sardoal – 35 km, Mação – 52 km, Vila de Rei – 39 km, Ferreira do Zêzere – 22 km, Alcanena – 32 km, Ourém – 19 km, Sertã – 54 Km. São estas as distâncias que o(a) separam de Cem Soldos, no concelho de Tomar, que entre os dias 14 e 17 de Agosto, é invadida pela melhor música portuguesa, através do Festival Bons Sons, organizado pela associação cultural Sport Club Operário de Cem Soldos (SCOCS).

A edição de 2014 volta a ter muitos concertos (são 55), diferentes géneros musicais e linguagens artísticas. O Bons Sons não é um festival comum, ele é fruto de uma comunidade com tradições no campo das artes e da cultura, na entreajuda geracional, e tudo isso se sente durante os quatro dias de festival, pelas ruas e praças da aldeia ribatejana.

As diferentes etapas de venda de bilhetes para a edição de 2014 têm sido um sucesso. “Esgotados” é palavra comummente associada. Para quem ainda não comprou há ainda uma oportunidade de adquirir o passe geral por apenas 30 euros, mas só até ao fim de Julho e se entretanto também esta remessa não esgotar… A partir de Agosto os bilhetes para os 4 dias passarão a ser vendidos ao seu valor normal.

O Festival Bons Sons é amigo das famílias e para além de um recinto com excelentes condições para todos os públicos (que é, no fundo, grande parte da aldeia à qual é limitado o acesso a portadores de bilhete diário ou passe geral durante o evento) as crianças com menos de 12 anos não pagam para entrar.

O cartaz dispensa mais palavras:
Sérgio Godinho, JP Simões, Gaiteiros de Lisboa, Noiserv, António Chaínho, Ricardo Rodrigues, Gisela João, Capicua, Samuel Úria, Memória de Peixe, Os Capitães da Areia, Ciclo Preparatório, Norberto Lobo, Peixe, We Trust, Anarchicks, BrassWiresOrchestra, Long Way to Alaska, FirstBreathAfter Coma, Azáfama… E estes são apenas alguns dos nomes que sobem aos 8 palcos instalados na aldeia de Cem Soldos.

Para mais informações pode visitar o site do festival – http://www.bonssons.com.

*Não tem desculpas.