Arquivo de etiquetas: Barquinha

VN BARQUINHA: Fernando Freire recandidata-se e faz poucas alterações. Mas faz

_freirw_58ebeb469b0f8

A Comissão Política do Partido Socialista (PS) de Vila Nova da Barquinha (VNB) aprovou no passado dia 14 de julho as listas à Câmara Municipal, Assembleia Municipal e respetivas Assembleias de Freguesia. A aprovação granjeou unanimidade e a única alteração até agora conhecida prende-se com o candidato à Assembleia Municipal. Rui Picciochi, histórico dirigente socialista do concelho, é substituído por António Ribeiro, militar na reforma de 52 anos, que assim encabeça a lista à Assembleia Municipal.

Fernando Freire, advogado de 57 anos, natural de Oleiros e residente no concelho desde 1988, foi vereador da Cultura entre 2009 e 2013, ano em que passou a ocupar o cargo de presidente da Câmara Municipal após vencer com maioria absoluta.

Nas Juntas de Freguesia nada se altera. Manuel Honório lidera a lista para a freguesia de Atalaia, João Machado a de Vila Nova da Barquinha, Miguel Homem a de Tancos e Benjamim Reis a de Praia do Ribatejo. Recorde-se que o PS venceu cada uma das quatro freguesias do concelho em 2013.
Apesar de ainda não serem públicos os nomes que farão parte das listas à Câmara Municipal, o Jornal NA sabe que há alterações, apenas carecendo de oficialização por parte da comissão concelhia. Isto implica alterações ao nível da vereação que atualmente está entregue, por parte dos socialistas, a Rui Constantino Ricardo Honório (ambos com pelouros) e Rosa Garret.

Anúncios

VN Barquinha: António Costa visitou a escola que todos querem visitar. E gostou muito

_DSC0826.JPG

São 9h00 e praticamente não há espaço para os pais deixarem os seus filhos na Escola Ciência Viva (ECV) em Vila Nova da Barquinha (VNB).Viaturas com gravatas ao volante vão chegando e não há lugares suficientes para estacionamento. Em breve os passeios serão invadidos.

Meia hora mais tarde já está tudo a postos. A Guarda Nacional Republicana já montou o dispositivo, discreto. Dois seguranças pessoais do primeiro ministro posicionam-se nas extremidades entre a comitiva que não quer perder a chegada de António Costa. Nessa comitiva estão autarcas, representantes das forças de segurança, dos bombeiros, do agrupamento de escolas e demais entidades oficiais.

Fernando Freire, presidente da câmara de VNB, e Paulo Tavares, diretor do Agrupamento de Escolas de VNB, são os anfitriões. Antes da chegada, uma funcionária da escola diz em surdina que no dia anterior “trabalhámos até à noite” para deixar a escola num brinco. Mas não se queixava, antes sorria.

Cerca de três dezenas de pessoas aguardavam a comitiva que chegaria sem atraso de monta, pelas 9h30. O carro de António Costa chega e atrás dele seguem quatro outras viaturas que o acompanham.

Deve ser caso de estudo. Em pouco tempo, a ECV recebe a cúpula da educação do país. Em meados de 2016 foi João Costa, secretário de estado da educação, a visitar VNB e em Maio passado foi a vez de Tiago Brandão Rodrigues, ministro da educação. Agora, para além do ministro da educação repetir a visita, trouxe com ele António Costa.

Lá dentro a volta foi completa. De sorriso permanente, António Costa assistiu a cada momento preparado a regra e esquadro por parte da direção da escola. Os laboratórios com os alunos e alunas devidamente equipados e esforçados nas suas experiências, o grupo de teatro com o guião bem estudado, as vozes afinadas do coro, até as mesas do refeitório com os tabuleiros, talheres e loiça devidamente alinhados.

Não falhou nada.

_DSC0811.JPG

VNB é território confortável para os socialistas e para o seu governo. Bem discreto – como aliás é seu timbre – Miguel Pombeiro, ex-presidente da autarquia, acompanhou a visita. Não que dela necessitasse não tivesse sido ele quem renovou e reorganizou completamente o campus escolar durante os seus mandatos.

Pedro Ferreira, presidente da Câmara de Torres Novas (PS) também fez questão de estar presente, o mesmo acontecendo com António Gameiro, presidente da distrital socialista e com o deputado Hugo Costa.

A volta à escola foi rápida mas paciente e interessada. António Costa e Tiago Brandão Rodrigues não se furtaram a questionar os alunos sobre o que viam. Todos passaram com distinção ao exame governamental.

A visita de António Costa à ECV foi exploratória, mas foi também um bom momento para o primeiro ministro enviar uma mensagem para o país. Numa altura em que se discute o reforço da intervenção das autarquias nos projetos educativos, o primeiro ministro aproveitou os sorrisos do dia e as cameras de televisão e microfones para dizer que para “aqueles que têm muito medo de ver reforçado o papel das autarquias no processo educativo este é um excelente exemplo de que as autarquias não fazem mal ao projecto educativo. Porque combinar a proximidade da autarquia, o entrelaçar da autarquia com a comunidade escolar e a autonomia pedagógica da escola mais a flexibilização da gestão dos políticos é um casamento muito feliz e a melhor prova é o fruto deste casamento”. Já antes elogiara o projeto da ECV, “tomei uma decisão: não há melhor forma de começar o dia como visitando uma escola. E de facto ontem era o dia mundial da criança. De facto, começar o dia numa escola tão sorridente é muito inspirador e demonstra bem a importância da escola, e esta em particular”.

“Nós hoje sabemos que todo o nosso futuro depende da capacidade que tivermos de produzir conhecimento e de o aplicar. Este investimento que está hoje a ser feito é da maior importância para aquilo que queremos que o país seja daqui a 25 anos quando estas crianças tiverem completado o seu processo educativo e puderem ter a oportunidade de se realizarem e de aplicar o conhecimento acumulado ao longo da vida”, disse o primeiro ministro, projetando depois o que considera serem as prioridades do país, “a maior obrigação que nós temos é prosseguirmos nas próximas décadas a investir na educação como prioridade central, não pode ser só uma paixão, tem de ser consumada”.

Já no final do discurso, António Costa congratulou o “notável” trabalho de toda a comunidade, “porque é difícil encontrarmos em qualquer parte do país uma escola com uma excelência destas. Só tenho mesmo pena de não poder voltar cá amanhã outra vez… (amanhã é sábado, ouviu-se na sala) “segunda feira!”, respondeu o governante. “Já vi que é uma excelente forma de começar o dia”.

Fernando Freire foi o primeiro a discursar no final da visita. O autarca realçou “a história da barquinha, que é a luta pela nossa nacionalidade e de que é exemplo o Castelo de Almourol, é o local onde se construíram as primeiras galeotas com que se iniciou os descobrimentos”.

_DSC0752.JPG

O presidente da autarquia aproveitou para apelar a António Costa sobre outro assunto que tem estado na sua agenda, “apelo ao senhor primeiro ministro, como militar aposentado, pois gostaria que numa hipotética solução Portela mais dois, a força aérea regressasse a VNB”.

“Os municípios são a estrutura fundamental para a questão dos serviços públicos numa dimensão de proximidade e VNB é um exemplo disso. Desde 2009 que tem contrato de transferência de atribuições de competência em matérias de educação. Fica então explicado porque é que a autarquia tanto investiu na educação”, afirmou ainda Freire a propósito das parcerias que permitiram a construção da escola e criação do projeto.

Já Paulo Tavares agradeceu a visita de António Costa e Tiago Brandão Rodrigues, “é um motivo de grande orgulho, sendo potenciadora de sinergias para continuar a desenvolver um trabalho profícuo pelos nossos alunos”, “preparamo-los para serem cidadãos em pleno neste século 21”.

O diretor do agrupamento de escolas disse ainda que o mesmo se encontra “envolvido num projeto de inovação pedagógica, foi um convite que muito nos honrou e esperamos que o nosso trabalho seja uma mais valia no sentido de contribuir para o sucesso educativo dos nossos alunos visando essencialmente a qualidade desse sucesso educativo. A vossa presença é inspiradora para continuara  desenvolver o nosso trabalho”.

À saída, questionado pelos jornalistas, e depois de ter cumprimentado uma a uma cada criança que o esperava num corredor humano, António Costa criticou a saída dos Estados Unidos do acordo de Paris. “Quando aqui chegámos, ouvimos logo o hino da escola e, creio que foi logo no primeiro verso, os meninos diziam que quando o mundo começou não havia poluição”, começou por dizer. “É pena o presidente Trump não ter frequentado esta escola. E é muito bom saber que estes meninos já sabem o que muitos responsáveis do mundo não sabem: só temos um planeta e o nosso primeiro dever é preservá-lo para as gerações futuras.”

Texto: Ricardo Alves

Fotos: Carlos Maia

VN Barquinha: Festa Templária estreia-se em Junho com Almourol a assistir

pt-Castelo-do-Almourol-_en-Almourol-castle-_es-Castillo-de-Almourol-_fr-Chateau-du-Almourol.jpg

O município de Vila Nova da Barquinha, em parceria com a ADIRN (Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte) vão organizar a primeira Festa Templária do concelho nos dias 25 e 26 de Junho. O evento vai realizar-se junto ao Castelo de Almourol, no anfiteatro, e algumas actividades irão igualmente realizar-se na ilha de Almourol.

Esta quinta feira, dia 28 de Abril, a organização convocou associações e artesãos do concelho de Vila Nova da Barquinha para se deslocarem ao Centro Cultural e ficarem a conhecer mais pormenores sobre o evento. Ricardo Honório, Vereador na Câmara Municipal, e Jorge Rodrigues, coordenador da ADIRN, fizeram as honras.

Valorizar o Castelo

A primeira Festa Templária vai recriar o Séc XII e contará com um programa repleto de encenações e recriações da época. Assim, os visitantes poderão assistir ao já tradicional cortejo, danças, esgrima, música e petiscos medievais, tudo isto com o Castelo de Almourol a dar cor e intensidade ao evento. Haverá lugar, também, a um espectáculo de fogo, “A Lenda da Moura”.

Mas não é só no Castelo de Almourol e suas imediações que o evento se fará sentir. Ricardo Honório explicou que os restaurantes do concelho terão “nas suas ementas alguns pratos alusivos à época bem como alguma decoração”. O vereador disse ainda que um dos grandes objectivos do evento é valorizar turisticamente o concelho e que conta “ter as unidades hoteleiras cheias durante os dois dias de festa”.

20160428_214941.jpg

Apelo aos barquinhenses

Jorge Rodrigues salientou a experiência da ADIRN na organização destes eventos de recriação histórica, caso, por exemplo, da Festa Templária de Tomar, e apelou à participação das associações e artesãos na criação da atmosfera medieval. O coordenador da ADIRN contou que até ao evento irão realizar-se várias formações e ensaios aos quais os interessados em participar na Festa poderão aceder. “São precisos figurantes locais e temos dois meses para preparar as roupas, adereços e realizar os ensaios”.

No anfiteatro junto ao castelo, que serve de estacionamento de forma regular, serão instalados 50 stands. Já na ilha de Almourol estará instalado um acampamento templário com bancas de ofícios tradicionais e um palco para o espectáculo de sábado à noite (dia 25). O acesso à ilha será feito da forma normal, ou seja, de barco, estando prevista a colaboração militar para responder ao maior fluxo de visitantes durante o evento.

O interessados em participar no evento, que é a primeira vez que é realizado em Vila Nova da Barquinha, poderão aceder ao site do município ou ao site www.festatemplaria.pt, nos quais poderão aceder ao regulamento do evento bem como às fichas de inscrição e outras informações. Em “ano zero” da Festa Templária de Almourol, o município informou que os stands e bancas disponíveis serão cedidos de forma gratuita aos artesão e artesãs bem como às associações que queiram participar.

Ricardo Alves

 

 

 

VN Barquinha: Caixa Geral de Depósitos assaltada à mão armada

assalto-armado

Dois homens entraram ao início desta manhã na Caixa Geral de Depósitos de Vila Nova da Barquinha e levaram todo o dinheiro em caixa tendo ainda conseguido aceder ao cofre da sucursal. Estes dois homens entraram encapuzados, empunhando uma arma e puseram-se em fuga em poucos minutos, ajudados por um terceiro elemento que teria a viatura estacionada a escassos metros do banco.

Segundo informações recolhidas pelo Jornal NA, os homens apresentavam sotaque brasileiro. Neste momento não se sabe o valor que os assaltantes lograram levar mas dentro da Caixa Geral de Depósitos estão vários clientes e funcionários que na altura do assalto estavam nas instalações. A GNR de Vila Nova da Barquinha está a recolher todos os testemunhos e a fazer o levantamento de provas no local.

A Polícia Judiciária está já a caminho do local para investigar o caso. A Caixa Geral de Depósitos de Vila Nova da Barquinha está situada num dos locais de maior movimento da vila. Dentro do banco é visível o transtorno de clientes e funcionários mas todos se encontram bem de saúde.

R.Alves

 

VN Barquinha: O mês mais saboroso do ano

Sável

Vila Nova da Barquinha vai ser palco, pelo 22.º ano consecutivo, de mais um verdadeiro festival dos sabores do rio. Entre 27 de Fevereiro e 27 de Março de 2016, seis restaurantes, em parceria com o município, promovem os paladares únicos da lampreia e do sável.

A mostra gastronómica tem como principal objectivo promover a cozinha típica e tradicional do concelho de Vila Nova da Barquinha. Banhado por três rios – Tejo, Zêzere e Nabão – este território tem no peixe do rio a sua principal fonte de sabores.

Iguarias como Açorda de Sável e Arroz de Lampreia, entre outras receitas tradicionais, são servidas à mesa dos restaurantes aderentes – Almourol, Chico, Ribeirinho, Soltejo, Stop e Tasquinha da Adélia – num concelho cuja história está intimamente ligada à actividade piscatória.

Ao provar os pratos únicos da gastronomia portuguesa e que remontam aos princípios da nacionalidade, os visitantes poderão ganhar bilhetes para passeios de barco ao Castelo de Almourol e conhecer um monumento ímpar e na região e no país, com um património arquitectónico e paisagístico magnífico (1 bilhete por dose, sendo a promoção válida apenas ao fim-de-semana).

Ensopado de Lampreia

Além da gastronomia, Vila Nova da Barquinha dispõe agora de dois equipamentos únicos em Portugal – o Parque de Escultura Contemporânea Almourol e o Centro Integrado de Educação em Ciências – permitindo aos visitantes desfrutar do melhor dos sabores da cozinha típica em conjunto com o melhor da arte e da ciência.

Inaugurado em Julho de 2005, o parque ribeirinho de Vila Nova da Barquinha conquistou o Prémio Nacional de Arquitectura Paisagista 2007, na categoria “Espaços Exteriores de Uso Público”. Em 2012, este espaço reconhecido e premiado acolheu um projecto único em Portugal, o Parque de Escultura Contemporânea Almourol, nomeado para melhor Exposição de Arte Contemporânea 2012 pela Sociedade Portuguesa de Autores (SPA). Aqui os visitantes podem apreciar o melhor da escultura contemporânea portuguesa, com trabalhos de Alberto Carneiro, Ângela Ferreira, Carlos Nogueira, Cristina Ataíde, Fernanda Fragateiro, Joana Vasconcelos, José Pedro Croft, Pedro Cabrita Reis, Rui Chafes, Xana e Zulmiro de Carvalho.

O novo Centro Integrado de Educação em Ciências (CIEC), é um dos mais recentes centros de divulgação da ciência em Portugal, atracção ideal para todas as idades. Aqui é possível visitar as exposições interactivas ou realizar a festa de aniversário para os mais novos.

VN Barquinha: A música ao alcance de todos no CIR-ExTuna

O Clube Instrução de Recreios de Moita do Norte, em Vila Nova da Barquinha, oferece uma grande variedade de aulas e formação musicais, para todas as idades. As formações disponibilizadas são Guitarra Eléctrica e Guitarra Clássica– iniciação e nível avançado (com Prof. Jorge Esperança), Bateria – iniciação e nível avançado (com Prof. Zé Maia), Saxofone- alto, tenor e barítono (com Prof. Pedro Borga) e Formação Musical (com Prof. Jorge Esperança e Pedro Borga).

Os horários podem ser articulados às necessidades de cada um e possibilidades dos professores e as informações podem ser obtidas através do telefone 918297233 ou através do email cir-extuna@gmail.com.

Pág 20 Cir Extuna.jpg