Arquivo de etiquetas: Almourol

VN BARQUINHA: Festival ZêzereArts leva sons de Mozart, Purcell e Josef Suk a Almourol

maxresdefault.jpg

O anfiteatro do Castelo de Almourol recebe hoje, dia 28 de julho, pelas 22h00, um concerto de música e dança a cargo da Orquestra do Festival e de jovens solistas do Curso de Verão ZêzereArts.

A orquestra levará ao monumento nacional os sons da Serenata Notturna K239 de Mozart, a Música “FairyQueen” de Purcell e a Serenata para Cordas Op. 6 de Josef Suk.

A entrada é livre

VN Barquinha: António Costa visitou a escola que todos querem visitar. E gostou muito

_DSC0826.JPG

São 9h00 e praticamente não há espaço para os pais deixarem os seus filhos na Escola Ciência Viva (ECV) em Vila Nova da Barquinha (VNB).Viaturas com gravatas ao volante vão chegando e não há lugares suficientes para estacionamento. Em breve os passeios serão invadidos.

Meia hora mais tarde já está tudo a postos. A Guarda Nacional Republicana já montou o dispositivo, discreto. Dois seguranças pessoais do primeiro ministro posicionam-se nas extremidades entre a comitiva que não quer perder a chegada de António Costa. Nessa comitiva estão autarcas, representantes das forças de segurança, dos bombeiros, do agrupamento de escolas e demais entidades oficiais.

Fernando Freire, presidente da câmara de VNB, e Paulo Tavares, diretor do Agrupamento de Escolas de VNB, são os anfitriões. Antes da chegada, uma funcionária da escola diz em surdina que no dia anterior “trabalhámos até à noite” para deixar a escola num brinco. Mas não se queixava, antes sorria.

Cerca de três dezenas de pessoas aguardavam a comitiva que chegaria sem atraso de monta, pelas 9h30. O carro de António Costa chega e atrás dele seguem quatro outras viaturas que o acompanham.

Deve ser caso de estudo. Em pouco tempo, a ECV recebe a cúpula da educação do país. Em meados de 2016 foi João Costa, secretário de estado da educação, a visitar VNB e em Maio passado foi a vez de Tiago Brandão Rodrigues, ministro da educação. Agora, para além do ministro da educação repetir a visita, trouxe com ele António Costa.

Lá dentro a volta foi completa. De sorriso permanente, António Costa assistiu a cada momento preparado a regra e esquadro por parte da direção da escola. Os laboratórios com os alunos e alunas devidamente equipados e esforçados nas suas experiências, o grupo de teatro com o guião bem estudado, as vozes afinadas do coro, até as mesas do refeitório com os tabuleiros, talheres e loiça devidamente alinhados.

Não falhou nada.

_DSC0811.JPG

VNB é território confortável para os socialistas e para o seu governo. Bem discreto – como aliás é seu timbre – Miguel Pombeiro, ex-presidente da autarquia, acompanhou a visita. Não que dela necessitasse não tivesse sido ele quem renovou e reorganizou completamente o campus escolar durante os seus mandatos.

Pedro Ferreira, presidente da Câmara de Torres Novas (PS) também fez questão de estar presente, o mesmo acontecendo com António Gameiro, presidente da distrital socialista e com o deputado Hugo Costa.

A volta à escola foi rápida mas paciente e interessada. António Costa e Tiago Brandão Rodrigues não se furtaram a questionar os alunos sobre o que viam. Todos passaram com distinção ao exame governamental.

A visita de António Costa à ECV foi exploratória, mas foi também um bom momento para o primeiro ministro enviar uma mensagem para o país. Numa altura em que se discute o reforço da intervenção das autarquias nos projetos educativos, o primeiro ministro aproveitou os sorrisos do dia e as cameras de televisão e microfones para dizer que para “aqueles que têm muito medo de ver reforçado o papel das autarquias no processo educativo este é um excelente exemplo de que as autarquias não fazem mal ao projecto educativo. Porque combinar a proximidade da autarquia, o entrelaçar da autarquia com a comunidade escolar e a autonomia pedagógica da escola mais a flexibilização da gestão dos políticos é um casamento muito feliz e a melhor prova é o fruto deste casamento”. Já antes elogiara o projeto da ECV, “tomei uma decisão: não há melhor forma de começar o dia como visitando uma escola. E de facto ontem era o dia mundial da criança. De facto, começar o dia numa escola tão sorridente é muito inspirador e demonstra bem a importância da escola, e esta em particular”.

“Nós hoje sabemos que todo o nosso futuro depende da capacidade que tivermos de produzir conhecimento e de o aplicar. Este investimento que está hoje a ser feito é da maior importância para aquilo que queremos que o país seja daqui a 25 anos quando estas crianças tiverem completado o seu processo educativo e puderem ter a oportunidade de se realizarem e de aplicar o conhecimento acumulado ao longo da vida”, disse o primeiro ministro, projetando depois o que considera serem as prioridades do país, “a maior obrigação que nós temos é prosseguirmos nas próximas décadas a investir na educação como prioridade central, não pode ser só uma paixão, tem de ser consumada”.

Já no final do discurso, António Costa congratulou o “notável” trabalho de toda a comunidade, “porque é difícil encontrarmos em qualquer parte do país uma escola com uma excelência destas. Só tenho mesmo pena de não poder voltar cá amanhã outra vez… (amanhã é sábado, ouviu-se na sala) “segunda feira!”, respondeu o governante. “Já vi que é uma excelente forma de começar o dia”.

Fernando Freire foi o primeiro a discursar no final da visita. O autarca realçou “a história da barquinha, que é a luta pela nossa nacionalidade e de que é exemplo o Castelo de Almourol, é o local onde se construíram as primeiras galeotas com que se iniciou os descobrimentos”.

_DSC0752.JPG

O presidente da autarquia aproveitou para apelar a António Costa sobre outro assunto que tem estado na sua agenda, “apelo ao senhor primeiro ministro, como militar aposentado, pois gostaria que numa hipotética solução Portela mais dois, a força aérea regressasse a VNB”.

“Os municípios são a estrutura fundamental para a questão dos serviços públicos numa dimensão de proximidade e VNB é um exemplo disso. Desde 2009 que tem contrato de transferência de atribuições de competência em matérias de educação. Fica então explicado porque é que a autarquia tanto investiu na educação”, afirmou ainda Freire a propósito das parcerias que permitiram a construção da escola e criação do projeto.

Já Paulo Tavares agradeceu a visita de António Costa e Tiago Brandão Rodrigues, “é um motivo de grande orgulho, sendo potenciadora de sinergias para continuar a desenvolver um trabalho profícuo pelos nossos alunos”, “preparamo-los para serem cidadãos em pleno neste século 21”.

O diretor do agrupamento de escolas disse ainda que o mesmo se encontra “envolvido num projeto de inovação pedagógica, foi um convite que muito nos honrou e esperamos que o nosso trabalho seja uma mais valia no sentido de contribuir para o sucesso educativo dos nossos alunos visando essencialmente a qualidade desse sucesso educativo. A vossa presença é inspiradora para continuara  desenvolver o nosso trabalho”.

À saída, questionado pelos jornalistas, e depois de ter cumprimentado uma a uma cada criança que o esperava num corredor humano, António Costa criticou a saída dos Estados Unidos do acordo de Paris. “Quando aqui chegámos, ouvimos logo o hino da escola e, creio que foi logo no primeiro verso, os meninos diziam que quando o mundo começou não havia poluição”, começou por dizer. “É pena o presidente Trump não ter frequentado esta escola. E é muito bom saber que estes meninos já sabem o que muitos responsáveis do mundo não sabem: só temos um planeta e o nosso primeiro dever é preservá-lo para as gerações futuras.”

Texto: Ricardo Alves

Fotos: Carlos Maia

VN Barquinha: Festa Templária estreia-se em Junho com Almourol a assistir

pt-Castelo-do-Almourol-_en-Almourol-castle-_es-Castillo-de-Almourol-_fr-Chateau-du-Almourol.jpg

O município de Vila Nova da Barquinha, em parceria com a ADIRN (Associação para o Desenvolvimento Integrado do Ribatejo Norte) vão organizar a primeira Festa Templária do concelho nos dias 25 e 26 de Junho. O evento vai realizar-se junto ao Castelo de Almourol, no anfiteatro, e algumas actividades irão igualmente realizar-se na ilha de Almourol.

Esta quinta feira, dia 28 de Abril, a organização convocou associações e artesãos do concelho de Vila Nova da Barquinha para se deslocarem ao Centro Cultural e ficarem a conhecer mais pormenores sobre o evento. Ricardo Honório, Vereador na Câmara Municipal, e Jorge Rodrigues, coordenador da ADIRN, fizeram as honras.

Valorizar o Castelo

A primeira Festa Templária vai recriar o Séc XII e contará com um programa repleto de encenações e recriações da época. Assim, os visitantes poderão assistir ao já tradicional cortejo, danças, esgrima, música e petiscos medievais, tudo isto com o Castelo de Almourol a dar cor e intensidade ao evento. Haverá lugar, também, a um espectáculo de fogo, “A Lenda da Moura”.

Mas não é só no Castelo de Almourol e suas imediações que o evento se fará sentir. Ricardo Honório explicou que os restaurantes do concelho terão “nas suas ementas alguns pratos alusivos à época bem como alguma decoração”. O vereador disse ainda que um dos grandes objectivos do evento é valorizar turisticamente o concelho e que conta “ter as unidades hoteleiras cheias durante os dois dias de festa”.

20160428_214941.jpg

Apelo aos barquinhenses

Jorge Rodrigues salientou a experiência da ADIRN na organização destes eventos de recriação histórica, caso, por exemplo, da Festa Templária de Tomar, e apelou à participação das associações e artesãos na criação da atmosfera medieval. O coordenador da ADIRN contou que até ao evento irão realizar-se várias formações e ensaios aos quais os interessados em participar na Festa poderão aceder. “São precisos figurantes locais e temos dois meses para preparar as roupas, adereços e realizar os ensaios”.

No anfiteatro junto ao castelo, que serve de estacionamento de forma regular, serão instalados 50 stands. Já na ilha de Almourol estará instalado um acampamento templário com bancas de ofícios tradicionais e um palco para o espectáculo de sábado à noite (dia 25). O acesso à ilha será feito da forma normal, ou seja, de barco, estando prevista a colaboração militar para responder ao maior fluxo de visitantes durante o evento.

O interessados em participar no evento, que é a primeira vez que é realizado em Vila Nova da Barquinha, poderão aceder ao site do município ou ao site www.festatemplaria.pt, nos quais poderão aceder ao regulamento do evento bem como às fichas de inscrição e outras informações. Em “ano zero” da Festa Templária de Almourol, o município informou que os stands e bancas disponíveis serão cedidos de forma gratuita aos artesão e artesãs bem como às associações que queiram participar.

Ricardo Alves

 

 

 

VN Barquinha: Golfinhos avistados no Tejo, em pleno ribatejo, deitam por terra denúncias de autarcas sobre más práticas espanholas

Dia 1 de Abril

Pelo menos três golfinhos foram avistados esta manhã, no Rio Tejo, junto ao Parque Riberinho da vila, num cenário que tem tanto de estranho quanto de belo. Passavam poucos minutos das 10h quando Fernando Mota, durante o seu habitual passeio no parque, ouviu o que parecia serem mergulhos no rio e quando se apercebeu da presença dos golfinhos tirou logo uma fotografia, “nunca pensei que veria algo assim, pareciam alegres e à vontade”, descrevendo o cenário como “maravilhoso”.

O acontecimento vem deitar por terra as críticas e denúncias de autarcas do médio-tejo que têm vindo a alertar para as más práticas dos colegas espanhóis pondo em causa a qualidade da água do rio Tejo e os seus reduzidos caudais, nomeadamente através de transvases agressivos.

Não se sabe se os golfinhos foram avistados ainda mais a montante do rio mas o facto de terem sido avistados em Vila Nova da Barquinha faz crer que os animais possam ter prosseguido a viagem rio acima, pelo menos até ao Castelo de Almourol.

Recorde-se que a promoção turística em torno de Almourol tem sido forte nos últimos anos, o que poderá ter motivado esta subida inusitada dos animais.

RA

Médio Tejo: Alimentar os olhos e barriga, de comboio, pela Rota da Lampreia

lampreia_p

A CP – Comboios de Portugal – disponibiliza a Rota da Lampreia do Tejo até final de Abril. Esta rota é um programa de lazer, destinado essencialmente a grupos de amigos apreciadores da famosa lampreia.

Esta rota gastronómica propõe viagens de ida e volta de comboio, até Tancos, Barragem de Belver ou Rodão, e a reserva de almoço num dos tradicionais restaurantes da região: o “Almourol” em Tancos, a “Lena”, junto à Barragem de Belver ou a “Estalagem Portas de Rodão”, em Rodão, entre outros.

As viagens são realizadas em comboios do serviço regional, para grupos de 10 ou mais participantes, estão disponíveis também em comboios Intercidades, com uma paragem especial na Barragem de Belver, na estação de Ortiga (Mação).

Para estes grupos, na compra de viagens de ida e volta, a CP disponibiliza ainda preços especiais, com reduções que podem variar entre 40% e 50% sobre o preço de tabela, dependendo do dia de semana.

Os menus disponíveis nos restaurantes aderentes apresentam valores entre os 9 e os 30 euros. No caso do Restaurante Estalagem Portas de Rodão, está ainda incluída uma visita guiada ao Museu Lagar de Varas e um passeio de barco no Tejo, para visita ao Monumento Natural das Portas de Ródão.

As reservas para este programa devem ser feitas através dos telefones 249 132 752 / 919 988 775 ou através do e-mail: gruposLC-RG@cp.pt

Informações mais detalhadas em cp.pt ou no Contact Center 707 210 220.

Barquinha: Matar saudades das festas no parque com os Mercados Ribeirinhos

Cerca de dois meses depois de uma das maiores enchentes alguma vez vista no Parque Ribeirinho, por ocasião da Feira do Tejo, chegam agora os Mercados Ribeirinhos nos dias 12, 13 e 14 de Setembro.

Mercados ribeirinhos

Se na edição de2013 o programa era cauteloso e próprio de uma edição inaugural, este ano sobejam as razões para nova romaria ao premiado parque de Vila Nova da Barquinha. O evento congrega exposição e comercialização de produtos Locais, artesanato, hortofrutícolas e plantas, cinema, música, dança, gastronomia tradicional, actividades de desporto e aventura e é fruto da estratégia de eficiência colectiva PROVERE – Mercados do Tejo – Rede para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia do Tejo, organizado pela Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, pelas Associações de Desenvolvimento Local TAGUS – Ribatejo Interior e ADIRN – Ribatejo Norte.

A inauguração é no dia 12, às 18h, com a actuação da Banda da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de VNB, precedendo a abertura do mercado de produtos locais e artesanato com mais de três dezenas de expositores, a tasquinha com gastronomia tradicional e a taberna de petiscos e que vão fazer as delicias dos visitantes durante os três dias de evento.

Os visitantes do evento poderão, ainda, comprar hortofrutícolas frescos e plantas nas manhãs de sábado e domingo. Produtores regionais interessados em participar no mercado devem contactar a organização através do email tagus@tagus-ri.pt, ou pelo telefone 241 372 180.

Na primeira noite do festival haverá, também, cinema ao ar livre, às 21h30, com curtas-metragens do projecto escolar Operação STOP, da Fundação Calouste Gulbenkian, que o Agrupamento de Escolas de Vila Nova da Barquinha integra e um filme da selecção da Associação Cultural Palha de Abrantes.

O dia 13 começa com um workshop de lomografia, ministrado pela Embaixada Lomográfica de Lisboa. Para esta oficina, com uma duração de quatro horas, não é necessário nenhum conhecimento prévio sobre fotografia e as máquinas serão cedidas pela organização. As inscrições, limitadas a 12 participantes, devem ser feitas através do site da TAGUS (em http://www.tagus-ri.pt).

10418278_947004258659453_1582877585894042266_n

Este sábado terá bastantes actividades desportivas, iniciando com uma descida de canoa no rio Tejo, de Constância a Vila Nova da Barquinha, às 9h30, organizada pela ADIRN. Ensinar canoagem é a proposta do Clube Náutico Barquinhense para os mais pequenos às 16h, tanto no sábado (13) como no domingo (14), neste último dia haverá, também, insufláveis para as crianças.

Aulas livres de uma hora vão, ainda, dinamizar o Mercado Ribeirinho. A modalidade Crosstraining, que combina diferentes modos de exercício fitness, será às 11h, SpinningBike às 17h e Zumba às 18h. As três actividades vão ter lugar junto ao coreto, no Palco de Santo António, no dia 13.

Já a 14 de Setembro, a ADIRN dinamizará o trilho do Tejo com um passeio em bicicleta todo-o-terreno (BTT), às 9h30. Na mesma manhã o Body & Mind, que junta as vantagens do Yoga, Tai Chi e Pilates, é realizado às 11h, no Parque de Merendas.

No panorama musical, o festival barquinhense, além do músico da vila João Grilo na sexta-feira (dia 12), vai ser animado pelo grupo de música ligeira Arregaita, às 15h, e pelo quarteto Dixie Boys às 22h, de sábado (dia 13).

https://www.youtube.com/watch?v=o6oNVXs7-Lw

No domingo (dia 14), Pedro Dionísio actua às 15h, o grupo de música popular portuguesa Barquinha Saudosa toca às 17h e 30 minutos depois o DJ Addline trará ao parque desde música electrónica, africana e latina até aos êxitos dos anos 60, 70 e 80. Para terminar em grande 12 pares do Clube União Recreio de Moita do Norte (CUR) irão fazer demonstrações de estilos de danças de salão às 21h.

O Mercado Ribeirinho de Vila Nova da Barquinha é o último dos eventos deste ano, apoiados pelo Programa Operacional Regional do Centro – Mais Centro, do Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN) e pela Abordagem LEADER, do Programa de Desenvolvimento Rural (ProDeR).

NA

Entroncamento: Trilhos do Almourol 2014

almourol

Sob o tema “Corrida e marcha em espaço natural! – Dos Trilhos Templários aos Caminhos Ferroviários” teve lugar no dia 6 de Abril, domingo, numa organização do CLAC – Clube de Lazer, Aventura e Competição, com sede no Entroncamento, e apoio das autarquias abrangidas pelos locais onde decorria, a 5ª.Edição dos Trilhos do Almourol, masculinos e femininos, que compreendeu: maratona de 42 km, com saída do Parque de Campismo da Barragem do Castelo do Bode; meia maratona de 25 km, com saída de Constância; caminhadas de 18 e de 13 km com saída do Castelo de Almourol.

Numa competição que reuniu, no global, 1062 participantes de vários pontos do país, de norte a sul e ainda de Espanha, França e Inglaterra, ficaram em primeiro lugar: Maratona Trail Masculinos – Escalão MSeniores, com 03:40:59, Nuno Silva, do Desnível Positivo; Maratona Trail Femininos – Escalão F40, com 04:57:07, Sara de Brito, do Clube de Atletismo da Barreira; Masculinos Trail – Escalão MSeniores, com 02:02:00, Marco Marques, do União FCI de Tomar; Femininos Trail – Escalão FSub 23, do Offtel Runners, com 02:31:21, Patrícia Carreira.

Numa placa exposta como sinal de luto e fotografia do atleta, tirada numa prova, foi colocada uma medalha do atleta de Torres Novas, Rui Gameiro, Trail 25 km, escalão M40, atribuída a título póstumo, cuja participação estava prevista, com o peitoral 721, mas que faleceu há poucos dias.

O transporte dos atletas para os locais onde as provas tiveram início às 10h00, foi efetuado por 18 autocarros, que os haviam recolhido no Pavilhão Desportivo Municipal do Entroncamento, ao qual os concorrentes voltaram, em competição, que terminava no seu interior, por ser no respetivo lado norte que se efetuava o controlo de chegadas, recebendo-se os participantes com música e palmas.

Mas os Trilhos do Almourol aliam às componentes desportivas a Cultura e o Turismo. Uma grande presença de concorrentes traz normalmente atrás de si, familiares e amigos, como o elevado movimento automóvel bem o demonstrou, com o parque a transbordar para as ruas vizinhas do Polidesportivo, onde se centralizou a coordenação. Foi pois, no âmbito cultural e com muito agrado de todos os presentes que à assistência nas bancadas e aos atletas que após a chegada tomavam refeições, em espaço reservado na ala sul, lhes foi dado ver atuar, pelas 12h00, a Banda da Associação Filarmónica e Cultural do Entroncamento e pelas 14h00 o Grupo Folclórico dos Pescadores de Tancos.

Rafael Ferreira